Filmes premiados

confira a lista completa

16ª Goiânia Mostra Curtas promove lançamentos literários


img_0357A 16ª Goiânia Mostra Curtas promoveu nesta quarta-feira (5) uma tarde dedicada à literatura.  Foram lançados cinco livros, com temática voltada ao audiovisual. O evento foi realizado no café do Teatro Goiânia, local onde também são promovidas as exibições de cinema do festival.

As obras são: Guia de Elaboração de Projetos Audiovisuais, de Guilherme Fiuza e Júlia Nogueira; 100 Melhores Filmes Brasileiros, da Associação Brasileira de Críticos de Cinema (ABRACCINE), representada por Fabrício Cordeiro; e Cinema Brasileiro a partir da Retomada: Aspectos Econômicos e Políticos, Cinecasulofilia e Leis de Incentivo para o Audiovisual – os três últimos de Marcelo Ikeda.

Para a diretora do festival, Maria Abdalla, a Goiânia Mostra Curtas , representa mais do que cinema. “Anualmente, o festival procura trazer uma vasta agenda cultural. A ideia é, sempre, buscar enriquecer as experiências dos profissionais goianos e propiciar um intercâmbio de informações, além de valorizar quem estuda e trabalha com audiovisual no País”.

Para Júlia Nogueira, co-autora do livro Guia de Elaboração de Projetos Audiovisuais, junto a Guilherme Fiúza Zenha, “lançar a obra dentro da programação do festival é uma ótima oportunidade de estar com o público alvo que faz  cinema ou gosta de cinema”. 

A opinião é compartilhada pelo crítico de cinema Fabrício Cordeiro, que é co-autor do livro Os 100 Melhores Filmes Brasileiros, da Associação Brasileira de Críticos de Cinema (Abraccine). Ele também participará do Encontro com Realizadores e elogia a programação paralela da Goiânia Mostra Curtas. “É muito importante o festival ter um espaço assim, além da exibição dos filmes, para criar oportunidades de discutir a formação, já que, muitas vezes, o curta metragem para muitos é um começo”. 

Autor de três livros lançados no evento, o carioca Marcelo Ikeda  veio a Goiânia pela primeira vez por causa do festival. “É interessante que a Goiânia Mostra Curtas contribua para reflexão e debate sobre cinema e prolongue a experiência do espectador”.