Confira os premiados

 Documentário sobre música brega e ficção com césio 137 são premiados na 17ª Goiânia Mostra Curtas


O documentário “Estás vendo coisas” (PE), dirigido por Bárbara Wagner e Benjamin de Burca, e a ficção “Algo do que fica” (GO), de Benedito Ferreira, foram eleitos os melhores filmes da 17ª Goiânia Mostra Curtas. A cerimônia de premiação foi realizada na noite deste domingo (8), no Teatro Goiânia, após seis dias de programação gratuita, com exibição de mais de 90 curtas-metragens e atividades formativas.

Com o cenário da música brega, seus contextos socioculturais e processos de produção, o documentário de Pernambuco foi o vencedor do título de Melhor Filme da Curta Mostra Brasil. O júri destacou que, em “Estás vendo coisas”, os diretores conseguiram construir um universo narrativo fascinado por corpos performáticos e fazer uma aproximação com a imagem feminina, sem a intenção de objetificá-la, ao mesmo tempo de retratar um universo musical predominantemente sexista.

Já o goiano “Algo do que fica” abordou o acidente Césio 137 com personagens ficcionais. A trama mostrou a história de avô e neta que moravam ao lado do lote onde ocorreu o acidente radiológico, há 30 anos na capital. Na justificativa para o prêmio de Melhor Filme da Curta Mostra Goiás, o júri classificou a produção como um “trabalho primoroso, ao trazer uma linguagem cinematográfica inovadora para tratar do legado dos crimes gerados pelo descaso da política ambiental e social no País”.

Durante o festival, foram exibidos filmes em cinco mostras, sendo quatro competitivas. Na categoria Animação, que estreou neste ano na programação, o curta vencedor foi “Quando os Dias Eram Eternos”, dirigido por Marcus Vinicius Vasconcelos. O público infantil que compareceu ao teatro para a 16ª Mostrinha e elegeu “Pai aos 15”, de Daniel Custódio.

Além do troféu Icumam – instituto responsável pela organização do evento – os filmes selecionados ganham vários prêmios, que servem como incentivo para novas produções. Empresas parceiras concedem, aos vitoriosos, serviços como locação de equipamentos, mixagem de som e consultoria de roteiros. Ao todo, foram premiados 15 filmes. Veja a lista completa:

 

 

MOSTRA BRASIL

MELHOR FILME – Estás Vendo Coisas (PE) 2017 – Doc – 18 min. Direção: Bárbara Wagner e Benjamin Burca.

MELHOR DIREÇÃO – Vando Vulgo Vedita (CE) 2017 – Fic – 20 min. Direção: Andreia Pires e Leonardo Mouramateus

PRÊMIO ESPECIAL DO JÚRI Minha única Terra é Na Lua (SP) –  2017 – Fic – 19 min. Direção: Sérgio Silva

JÚRI POPULAR Intervenção (GO) 2017 – Fic – 17 min. Direção: Isaac Brum Souza JÚRI

SESCTV – Melhor Filme Meninas Formicida (SP) 2017 – Fic – 12 min. Direção: João Paulo Miranda Maria

JÚRI ELO COMPANY – Melhor Filme Quarto Para Alugar (PE) 2016 – Fic – 20 min. Direção: Enock Carvalho e Matheus Faria

 

CURTA MOSTRA GOIÁS

MELHOR FILME – JÚRI OFICIAL Algo do Que Fica (GO)  2017 – Doc – 23 min. Direção: Benedito Ferreira

MELHOR DIREÇÃO O Fim da História (GO)  2016 – Fic – 10 min. Direção: Richardson Leão

PRÊMIO ESPECIAL DO JÚRI  Real Conquista (GO)  2017 – Doc – 14 min. Direção: Fabiana Assis

JÚRI CINE BRASIL TV – Melhor Filme Intervenção (GO)  2017 – Fic – 17 min. Direção: Isaac Brum

JÚRI POPULAR Intervenção (GO)  2017 – Fic – 17 min. Direção: Isaac Brum Souza

MENÇÃO HONROSA – João de Barro (GO) – 2017 – fic – 23 min. Direção: Absair Weston

 

 

CURTA MOSTRA ANIMAÇÃO

MELHOR FILME – JÚRI OFICIAL Quando os Dias Eram Eternos (SP) 2016 – Ani – 13 min. Direção: Marcus Vinícius Vasconcelos

PRÊMIO ESPECIAL DO JÚRI O Projeto do Meu Pai (ES) 2016 – Ani – 6 min. Direção: Rosaria

JÚRI POPULAR O Projeto do Meu Pai (ES) 2016 – Ani– 6 min. Direção: Rosaria

MENÇÃO HONROSA Fome (GO) – 2017 – ani – 2 min. Direção: Rildo Farias de Sousa

 

 

16ª MOSTRINHA

JÚRI POPULAR  MELHOR FILME  Pai aos 15 (PR) 2016 – Fic – 16 min. Direção: Danilo Custódio