Confira os premiados

Rodrigo Arajeju



cineasta e curador

Rodrigo Arajeju realiza projetos de comunicação por direitos indígenas na produtora independente 7G Documenta. É roteirista e diretor dos filmes Índio cidadão? (DF, 2014, 52′) – melhor média no Festival Internacional de Cinema Ambiental 2015 – e Índios no poder (DF, 2015, 21′) – melhor direção no Cine Ceará 2016. Caminha com o Povo Kaiowa no Mato Grosso do Sul, desde 2014, produzindo registros documentais e filmes sobre as lutas e os lutos nas retomadas de terra. No novo curta, Tekoha – som da terra (DF/MS, 2017, 20′), compartilhou a autoria de roteiro e direção com Valdelice Veron Kaiowa, membro do Conselho Continental da Nação Guarani. Produto de processo intercultural compartilhado com as nhandesys – matriarcas e guias espirituais – que lideraram a retomada do Povo Kaiowa no Tekoha Takuara, o curta é resultado de pesquisa-intervenção defendida pelo autor no Mestrado Profissional em Sustentabilidade junto a Povos e Terras Tradicionais (MESPT) na Universidade Nacional de Brasília (UnB).


Voltar