Balanço de inscrições da 18ª Goiânia Mostra Curtas


A 18ª Goiânia Mostra Curtas recebeu um total de 999 filmes, com produções de 25 estados brasileiros e o Distrito Federal. O festival manteve o período de inscrições aberto entre 15 de maio e 20 de julho, para curtas-metragens de até 25 minutos de duração, realizados entre 2017 e 2018. A mostra será realizada entre os dias 2 e 7 de outubro contemplando produções audiovisuais nos gêneros de ficção, documentário, experimental e animação. Os estados com maior número de filmes inscritos foram São Paulo (1º), Rio de Janeiro (2º), Goiás (3º), Pernambuco (4º) e Minas Gerais (5º).

A produção de curtas-metragens é um exercício vigoroso, é uma oportunidade muito rica de profissionalização para jovens diretores. O intuito do festival é fomentar essa produção e dar visibilidade a esse segmento. E um dos pontos mais prazerosos durante o processo é justamente poder perceber as várias nuances das produções audiovisuais pelo Brasil”, afirma Maria Abdalla, diretora geral do festival, além de curadora da Curta Mostra Brasil e Curta Mostra Cinema nos Bairros.

A mostra conta com cinco categorias de mostra competitiva. Sob a curadoria de Maria Abdalla, a Curta Mostra Brasil busca produções das diferentes regiões brasileiras; a Curta Mostra Goiás tem curadoria do professor e pesquisador Pedro Maciel Guimarães, com o compromisso de reunir obras que retratam de as inquietações do cinema goiano; a Curta Mostra Animação traz um tom lúdico para o festival por meio de uma seleção de curtas de animação reunidos pelo curador Cesar Cabral; a Curta Mostra Cinema nos Bairros leva ao público de bairros distantes toda a diversidade revelada pelo cinema de curta-metragem, com curadoria de Maria Abdalla; já a Mostrinha, este ano com curadoria de Gabriela Romeu, é voltada ao público infantojuvenil e geral interessado, com articulação direta na rede pública de ensino do estado e do município.

E, assim como nas edições anteriores, a 18ª Goiânia Mostra Curtas traz a Curta Mostra Especial, que este ano sob curadoria de Maíra Bühler, reúne filmes especialmente convidados, não fazendo parte do processo seletivo de inscrições. Com uma programação totalmente gratuita, o festival é constituído por seis mostras, oficinas, seminários, debates, encontros, master class, lançamento literário e exibições em praça pública. Chegando agora à sua maioridade, a Goiânia Mostra Curtas já exibiu mais de 2.000 filmes, para cerca de 260 mil espectadores, envolvendo uma equipe de dois mil profissionais e conquistando mais de mil parceiros.

O festival é realizado pelo Icumam Cultural e Instituto, com o incentivo institucional do Ministério da Cultura por meio da Secretaria do Audiovisual, e da Secretaria de Estado de Educação, Cultura e Esporte (Seduce), por meio do Fundo de Arte e Cultura de Goiás e apoio da Unimed Goiânia. O Icumam busca outros parceiros junto a empresas, parcerias institucionais e organizações do terceiro setor para sua realização.