19ª Goiânia Mostra Curtas homenageia atriz e cineasta Helena Ignez


 

Uma das principais atrizes e cineastas do País, Helena Ignez, será a homenageada da 19ª Goiânia Mostra Curtas. A edição deste ano celebrará a trajetória da protagonista de obras icônicas como “O Padre e a Moça”, “O Bandido da Luz Vermelha”, “A Mulher de Todos” e “Copacabana mon Amour”, além de diretora de filmes premiados.

A homenagem será realizada na cerimônia de abertura do festival, no dia 8 de outubro, às 20h, no Teatro Goiânia, em Goiânia (GO). A noite será marcada pela exibição de “O Pátio”, filme que completa 60 anos e que foi o primeiro trabalho de Helena como atriz de cinema. Em seguida, “Extratos”, dirigido por sua filha, Sinai Sganzerla, com registros filmados por Helena e Rogério, seu esposo, durante o período em que o casal esteve exilado pela ditadura militar. E para fechar a noite, tem o experimental “Ossos”, dirigido por Helena em 2014 e inspirado na Classe Morta, de Tadeusz Kantor.

O reconhecimento a Helena Ignez coincide com duas datas muito significativas na trajetória de Helena: a comemoração de seus 80 anos de vida e os 60 anos de sua estreia nas telas. Ela também será uma das homenageadas da Curta Mostra Especial – O Amor e Suas Formas, que acontece nos dias 12 e 13 de outubro, e reúne filmes que retratam várias perspectivas e nuances da produção do País.

“Helena é uma mulher que representa de forma ímpar o cinema brasileiro. Ao longo dos anos de trabalho mostrou impressionante interpretação como atriz. Já atrás das lentes da câmera, se reinventou como uma cineasta nata”, destaca Maria Abdalla, diretora-geral da 19ª Goiânia Mostra Curtas. Helena Ignez assina filmes que vão desde “Canção de Baal” (2007) até “A Moça do Calendário” (2017). Seu último longa-metragem é o documentário “Fakir”.

Trajetória inspiradora

Com mais 40 filmes contabilizados como atriz e diretora, Helena já foi homenageada na Ásia e na Europa. Uma delas aconteceu no 20º Fribourg International Film Festival, na Suíça, na Mostra “La Femme du Bandit”, com 25 de seus filmes; outra ocorreu no 17º Festival of Kerala, na Índia, com a exibição de seis filmes em que trabalhou como atriz ou diretora. Ela também foi a homenageada em 2017, no Grande Prêmio do Cinema Brasileiro.

 

Conheça mais sobre Helena Ignez.