23 A 28 DE NOVEMBRO - 2021

GOIÂNIA - GOIÁS - BRASIL

GRATUITO - ONLINE

Curta Mostra Brasil


Filmes Premiados da Curta Mostra Brasil – 20 Anos

Panorama da produção nacional em curta-metragem durante os 20 anos da Goiânia Mostra Curtas. Filmes premiados pelo júri oficial. Vitrine da diversidade cultural brasileira registrada na linguagem audiovisual, com curadoria também de Maria Abdalla.

De 24 de novembro (quarta-feira), 10h

Até 28 de novembro (domingo)

InnSaei.tv

 

FILMES

PROGRAMA 1

A Margem da Imagem (SP) – 2002 – Doc – 15min – Direção: Evaldo Mocarzel

À Margem da Imagem focaliza as rotinas de sobrevivência, o estilo de vida e a cultura dos moradores de rua do município de São Paulo. O documentário mostra o cotidiano dessas comunidades que vivem em várias áreas da cidade, principalmente na região central. Nesta área, os moradores de rua têm acesso a produtos e materiais descartados pelos escritórios, bancos e estabelecimentos comerciais. Com esses restos, a população de rua vem criando uma “arquitetura” e uma cultura própria que, ao mesmo tempo, expressam sua identidade e uma forma de resistência a partir de métodos alternativos e espontâneos de viver numa grande cidade.

Águas de Romanza (CE) – 2002 – Fic – 15min – Direção: Glaucia Soares, Patricia Baia

No Sertão nordestino uma menina sonha em conhecer a chuva. Sua avó, velha e doente, deseja realizar o sonho da neta. Um caixeiro viajante é a única esperança.

A moça que dançou depois de morta (DF) – 2003 – Ani – 11min – Direção: Ítalo Cajueiro

Baseado em uma história de cordel de J. Borges, renomado artista popular e produzido inteiramente com xilogravuras originais do próprio autor, esse curta metragem em animação conta a história de um rapaz que se apaixona por uma misteriosa moça num baile de carnaval do interior, sem saber que esse encontro iria mudar a sua vida para sempre.

Historietas Assombradas (Para Crianças Malcriadas) (SP) – 2005 – Ani – 15min – Direção Victor Hugo Borges

Três histórias que sua avó não contou, senão você ia fazer xixi na cama.

Material Bruto (MG) – 2006 – Exp – 18min – Direção: Ricardo Alves Jr.

Nos corredores do edifício caminha a Mulher Náusea. Dentro, alguns esperam o momento de fuga, um instante para sair de si. Trabalho realizado com usuários de centros de convivência da rede pública de saúde mental da cidade de Belo Horizonte.

Resgate Cultural, o filme (PE) – 2001 – Fic – 18min – Direção: Telephone Colorido, Pajé Limpeza

Para salvar Ariano Suassuna de um sequestro pelas forças rebeldes do Pajé Limpeza, os agentes de cultura terão uma árdua batalha na Manguetown para elaborar um plano infalível para este resgate cultural.

Yansan (SP) – 2006 – Ani – 17min – Direção: Carlos Eduardo Nogueira

Yansan e Xangô vieram juntos ao mundo no mesmo dia. E eles morrerão juntos no mesmo dia.

PROGRAMA 2

Au Revoir (PE) – 2013 – Fic – 20min – Direção: Milena Times

Um corredor estreito separa e une a vida de duas vizinhas.

Carreto (BA) – 2009 – Fic – 12min – Direção: Marília Hughes, Cláudio Marques

Tinho conhece uma garota com deficiência motora nas pernas e resolve fazer uma surpresa.

Décimo Segundo (PE) – 2007 – Fic – 20min – Direção: Leonardo Lacca

No décimo segundo o silêncio passa a ser ensurdecedor.

L (SP) – 2011 – Fic – 21min – Direção: Thais Fujinaga

Teté odeia seus pés. Quando conhece Héctor, um simpático descendente de chineses, ela decide mudar de vez sua aparência.

Memórias Externas de uma Mulher Serrilhada (SP) – 2011 – Fic – 15min – Direção: Eduardo Kishimoto

Fragmentos digitais da intimidade de Josi.

Olhos de ressaca (SP) – 2009 – Doc – 21min – Direção: Petra Costa

Casados há 60 anos, Vera e Gabriel divagam acerca dos primeiros flertes, o nascimento dos filhos, a vida e o envelhecer. Neste re-memorar, imagens de arquivo familiar se confundem com imagens do presente, tecendo um universo afetivo e onírico. Através de impressões e relatos o filme sugere um diário pessoal e existencial acerca do amor e da morte.

PROGRAMA 3

A festa e os cães (CE) – 2015 – Doc – 25min – Direção: Leonardo Mouramateus

Um narrador rememora as fotografias tira- das durante seus últimos meses em Fortaleza. Lentamente, vozes diferentes entram na narrativa, acrescentando novas perspectivas às pessoas e lugares que as fotografias retratam. Um filme que borra as fronteiras entre realidade e memória, documentário e ficção.

Estás vendo coisas (PE) – 2016 – Exp – 18min – Direção: Bárbara Wagner, Benjamin de Burca

Na escuridão de uma boate, o cabeleireiro Porck e a bombeira Dayana tentam a sorte como cantores de brega enquanto promovem sua carreira do estúdio para o palco. Gestos são seguidos por melodias sobre amor, traição, luxúria e poder num documentário experimental sobre a música pop no nordeste do Brasil.

Guaxuma (PE) – 2018 – Ani – 14min – Direção: Nara Normande

Eu e Tayra crescemos juntas na praia de Guaxuma. A gente era inseparável. O sopro do mar me traz boas lembranças.

O delírio é a redenção dos aflitos (PE) – 2016 – Fic – 21min – Direção: Fellipe Fernandes

Raquel é moradora de um prédio-caixão condenado por risco de desabamento. Última residente a permanecer no edifício, ela precisa se mudar o quanto antes para garantir a segurança de sua família.

Preciso Dizer que Te Amo (SP) – 2018 – Doc – 13min – Direção: Ariel Nobre

Documentário sobre a resiliência e a luta contra o suicídio entre as pessoas Trans. O filme retrata de forma poética a relação dos personagens com o corpo, com a vida e com o sagrado.

Tenho um dragão que mora comigo (CE) – 2014 – Fic – 17min – Direção: Wislan Esmeraldo

Quando ele chega, a casa inteira fica impregnada de seu perfume

 

 

Curta Mostra Brasil – Os Caminhos do Brasil

Nesta edição especialmente com 20 filmes de 2020 e 2021, apresenta um período em que as produções se tornaram mais difíceis, mas também que trouxe curiosas descobertas. Trazem recortes e narrativas do momento social, econômico, político e pandêmico. Os registros desse tempo que marcou a todos são surpreendentes, assim como o encanto dessas histórias que os filmes contam. A seleção apresenta um equilíbrio entre o número de realizadores mulheres e homens.  A curadoria é de Beth Sá Freire, diretora do Festival Internacional de Curtas Metragens de São Paulo.

De 24 de novembro (quarta-feira), 19h

Até 28 de novembro (domingo)

InnSaei.tv

 

FILMES

PROGRAMA 1 (24 de novembro, 19h)

Acesso (SP) – 2020 – Doc – 18min – Direção: Julia Leite

Lugares suspensos na memória de 5 pessoas LGBTs de São Paulo são revisitados durante a pandemia.

Escuro (SP) – 2021 – Exp – 12min – Direção: João Rubio Rubinato, Martina Alzugaray, Bruno Lopes, Daniel Tagliari.

ESCURO. Substantivo. 1.Passagens 2.Ruídos noturnos 3.Vórtex da madrugada 4.De onde três sóis podem aparecer

O Babado de Toinha (RJ) – 2020 – Doc –  13min – Direção: Sérgio Bloch

Que Toinha não é uma baiana qualquer, isso fica evidente para quem a vê atrás do seu tabuleiro. O que muitos nem desconfiam é que é ela mesma quem fabrica o dendê que utiliza no preparo do seu acarajé. O negócio dá muito trabalho, mas quem se importa? – “Meu acarajé tem que ficar perfeito” – diz ela enquanto frita a deliciosa iguaria.

República (SP) – 2020 – Fic – 15min – Direção: Grace Passô

Brasil, 2020. A pandemia evidencia a dimensão da necropolítica que opera no país e a sociedade vive uma crise ética em meio a um governo que é a exata expressão do poder colonialista. República é um curta metragem realizado em casa, com estrutura caseira, durante o início da quarentena de 2020, no centro da cidade de São Paulo, Brasil.

Seiva Bruta (SP/AM – 2020 – Fic – 17min – Direção: Gustavo Milan

Marta, uma jovem mãe venezuelana, está imigrando para o Brasil quando conhece um jovem casal em dificuldades com sua filha. Sua capacidade de amamentar faz com que seus destinos fiquem entrelaçados para sempre.

Stone Heart (AM) – 2021 – Ani – 8min – Direção: Humberto Rodrigues

A guerra, as epidemias, a escassez de recursos naturais e o colapso social transformou os seres humanos em figuras deformadas de pedras, presos aos seus piores vícios. Até o momento que uma flor surge e liberta um dos “Stone Walkers” desse isolamento.

PROGRAMA 2  (25 de novembro, 19h)

Carta ao Magrão (RJ) – 2021 – Doc – 11min – Direção: Pedro Asbeg

Aproveitando material inédito de entrevista realizada em 2010 para o filme “Democracia em preto e branco”, o curta marca os 10 anos da morte do doutor Sócrates, enquanto faz também uma rápida retrospectiva desse período.

Foi um tempo de poesia (CE) – 2021 – Doc – 13min – Direção: Petrus Cariry

A partir de um material filmado em Super-8, o poeta Patativa do Assaré nos conta sobre sua vida e obra. O documentário é narrado pelo diretor Petrus Cariry, lançando um olhar afetivo sobre o seu padrinho Patativa do Assaré. Quando o fim se aproxima, o que fica são as memórias que você deixa no outro.

Monumento ao Wifi (SP) – 2020 – Fic – 14min – Direção: Gustavo Vinagre

Cartas pandêmicas Brasil-Cuba.

Pandelivery – Quantas vidas vale o frete grátis? (SP) – 2021 – Doc – 15min – Direção: Guimel Salgado e Antonio Matos

Na maior pandemia deste século, milhares de desempregados estão se tornando entregadores de aplicativo para sobreviver. Submissos a um sistema de exploração, buscam melhores condições de trabalho enquanto lidam com suas duas maiores preocupações: o covid-19 e a fome.

VIVXS! (SP) – 2021 – Fic – 14min – Direção: Claudia Schapira, Roberta Estrela D’Alva (Roberta Marques do Nascimento), Tatiana Lohmann.

Rio de Janeiro, Brasil. Em um encontro diaspórico, poetas de diferentes partes do mundo se reúnem no Cais do Valongo, o maior porto de escravizados da história da humanidade. Na companhia de ancestrais guardiões (Saul Williams e Roberta Estrela D’Alva) prestam homenagens e proclamam mais uma vez que as vidas e a vozes negras importam!

PROGRAMA 3  (26 de novembro, 19h)

Cenas da Infância (RJ) – 2021 – Fic – 5min – Direção: Kimberly Palermo

Um pequeno camundongo vive uma infância tranquila. Ele come biscoitos caseiros, brinca com suas bonecas e ouve contos de fadas antes de dormir – até que uma noite de insônia o faz romper com seu mundo idílico.

Céu de agosto (SP) – 2021 – Fic – 16min – Direção: Jasmin Tenucci

Enquanto na distante Amazônia a floresta queima, uma enfermeira grávida em São Paulo se vê cada vez mais atraída por uma igreja neopentecostal e sua comunidade.

Ela Luta (SP) – 2021 – Fic – 15min – Direção: Luiza Giuliani

Flavinha, 10 anos, chega à puberdade. Então, finalmente, se dá conta: ela é a única menina em sua aula de judô.

Janelas Daqui (RJ) – 2020 – Doc – 15min – Direção: Luciano Vidigal, Arthur Sherman

Através de suas janelas, moradores relatam criticas, poesias e reflexões sobre a pandemia do Covid-19 na favela do Vidigal.

Três Graças (ES) – 2020 – Fic – 19min – Direção: Luana Laux

Numa fazenda no interior do Brasil que abriga uma antiga Casa-Grande e uma fábrica de cachaça, três irmãs vivem uma ciranda do destino: pedem à Virgem Maria a graça para um desejo que, ironicamente, é a outra quem realiza

Hawalari (GO) – 2021 – Fic – 15min – Direção: Cássio Domingos

Final do século XIX. Hawalari, jovem indígena do povo Iny, que vive no Centro – Oeste do Brasil, depara-se com uma situação que lhe causa um misto de sentimentos.

PROGRAMA 4  (27 de novembro, 19h)

Belos Carnavais (SP) – 2020 – Fic – 16min – Direção: Thiago B. Mendonça

Dadinho, um velho sambista, é levado por sua neta ao enterro de seu irmão, sambista de uma Escola de Samba rival. Neste percurso uma história de rivalidade, samba e traição emerge do passado.

Ela que mora no andar de cima (PR) – 2020 – Fic – 14min – Direção: Amarildo Martins

Luzia vira “cobaia” dos doces e quitutes da vizinha confeiteira, Carmem. A amizade evolui para uma paixão platônica, que traz um novo sabor para os dias amargos de Luzia.

Quanto pesa (MA) – 2020 – Fic – 23min – Direção: Breno Nina

“Eu vim lançar fogo sobre a terra, e como eu gostaria que já tivesse sido ateado ” (Lucas 12:49).

Vagalumes (RJ) – 2021 – Exp – 19min – Direção: Léo Bittencourt

O lado noturno de um ícone modernista. A fauna e flora dos jardins de Roberto Burle Marx habitado pelos frequentadores do Parque do Flamengo enquanto a cidade do Rio de Janeiro adormece. Vagalumes é uma etnografia fabular da noite no Aterro do Flamengo.

icumam cultural e instituto

producao@icumam.com.br
www.icumam.com.br
Fone: 62 3218 3779.

Viela da rua 124, nº166 Qd.F-23, Lt.30
Setor Sul - Goiânia-GO
Caixa Postal nº 337
74.001-070