23 A 28 DE NOVEMBRO - 2021

GOIÂNIA - GOIÁS - BRASIL

GRATUITO - ONLINE

O Festival


Um dos mais expressivos festivais de cinema nacional de curta-metragem do Brasil chega a sua 20ª edição. A Goiânia Mostra Curtas é mais do que um festival, o evento se tornou um divisor de águas para o audiovisual em Goiás, trazendo à tona e levando para o Brasil e o mundo tudo que o Estado tem a oferecer nesse setor. E em todos esses anos, a trajetória foi de luta, conquistas, aprendizados, formação de plateia e de fomento à produção de filmes.

Este ano, mesmo diante dos desafios impostos pela pandemia de Covid-19, a ausência de investimento e políticas públicas destinadas à cultura, e porque não dizer da falta de sensibilidade e abandono à área, que tanto precisa de incentivos por parte dos governos, a Goiânia Mostra Curtas vai acontecer. O festival, realizado pelo Icumam – Cultural e Instituto, chega a 2021 trazendo na bagagem, como sempre, estímulo à indústria do audiovisual, com processos de capacitação conduzidos por profissionais consagrados no cenário nacional e espaço para exibição de filmes.

Sim, o cenário nem sempre foi dos mais favoráveis, mas festival nunca deixou de ser realizado. Somos movidos pela vontade e pelo desejo de contribuir para o desenvolvimento do setor em nosso Estado. E aqui lembramos que este foi o primeiro festival de cinema realizado em Goiás e que, ao longo de 20 anos, acompanhou a evolução do audiovisual, seja ela tecnológica, de linguagem, formato. E nesse sentido alcançou seu destaque no Brasil e no mundo, sendo, com muito carinho, sempre lembrado pelos grandes profissionais do mercado, que estão presente conosco em cada ano, seja nas tutorias, consultarias, palestras.

Com muita luta e a convicção dessa importância, estamos prontos para mais uma edição. Nessa perspectiva, com as restrições sanitárias e a falta de incentivos financeiros dos governos municipal, estadual e federal, a mostra precisou passar por mudanças este ano e, por isso, será realizada totalmente online, de forma mais enxuta e reduzida, sem mostras competitivas, mas não menos especial. Excepcionalmente será no mês de novembro, e esperamos futuramente manter a tradicional data em outubro.

A programação deste ano inclui a exibição dos Filmes Premiados da Curta Mostra Brasil e da Curta Mostra Goiás durante os 20 anos de Goiânia Mostra Curtas; 19ª Mostrinha – Filmes Premiados pelo Júri Popular Infantil; Curta Mostra Brasil – Os Caminhos do Brasil, com filmes contemporâneos de 2020 e 2021 (curadora Beth de Sá Freire); e Curta Mostra Especial (curadora Kênia Freitas). O festival terá uma homenageada especial. A programação terá também pocket show, debate, oficina e aula.

Cumprindo a missão de contribuir para formação, capacitação e desenvolvimento do audiovisual no Centro-Oeste e no Brasil, assim como nos anos anteriores, a 20ª Goiânia Mostra Curtas terá atividades com profissionais renomados no cenário do audiovisual brasileiro, para uma verdadeira experiência em diversas nuances da área, principalmente, neste momento, de reinvenção e renovação por causa da pandemia.

Será uma edição comemorativa, virtual e gratuita. Com produções de todo o País, o festival busca sempre a valorização da regionalidade como linguagem e colocando em evidência a diversidade cultural brasileira no fortalecimento de uma sociedade tolerante, solidária e cidadã. Tudo isso consolidado em quatro pilares: a democratização do acesso ao audiovisual; a qualificação profissional; o estímulo à produção; e a formação de plateias para o cinema nacional.

A Goiânia Mostra Curtas é realizada com a união de quem acredita na arte, e no crescimento do audiovisual brasileiro. Isso só é possível graças aos parceiros que o festival vem tendo desde a primeira edição, incluindo empresas do terceiro setor e do mercado cinematográfico.

Mais uma vez, a edição vem repleta de conhecimento, troca de experiências e aprendizado mútuo. Um verdadeiro encontro de profissionais que almejam fazer o audiovisual chegar cada vez mais longe.

 

CELEBRAÇÃO E ARTE PRESENTE

Com o coração cheio de gratidão realizamos a tão esperada 20ª Goiânia Mostra Curtas, uma edição que celebra as duas décadas desse festival consolidado no Estado de Goiás e no Brasil. Um festival que avança, a cada ano, para além-fronteiras, reformulando o eixo de produção e ampliando os horizontes do audiovisual goiano e brasileiro.

É com muito orgulho, força e determinação que chegamos a 2021, mesmo que com adequações diante das restrições sanitárias, ainda parte de nosso dia a dia devido a pandemia de Covid-19. Apesar das adversidades, seguimos de forma comprometida com a missão de formar plateia, promover a capacitação de profissionais do audiovisual, fomentar a produção de filmes e, assim, contribuir para o desenvolvimento do setor, que ficou ainda mais esquecido nesses tempos difíceis pelos quais passamos.

Falar dessa edição é falar de dificuldades. É compreender o cenário, a sensação de voltar à estaca zero. Palavra-chave, resistência. Quando trazemos uma seleção de filmes premiados ao longo da história da Goiânia Mostra Curtas, dizemos de como ela foi feita, de seu significado e importância.

No contexto em que vivemos, de desmonte cultural, falta de apoio e incentivo, a importância de se realizar um festival fica ainda mais clara. Foram batalhas travadas diariamente para que pudéssemos estar aqui hoje. O audiovisual segue lutando por si, em prol da cultura. Sem perspectivas, é necessário nos unirmos contra quem quer nos desmontar. Não é possível apagar os artistas. Não é possível negar o poder do audiovisual.

A Goiânia Mostra Curtas é sinônimo de resistência da arte e da cultura, mesmo em um cenário pouco favorável, parte por causa de algo que infelizmente tem se tornado contínuo: a falta de investimentos e políticas públicas para a área, o que impede o avanço, prejudica produções e desacelera o seu crescimento.

De forma excepcional, realizamos a 20ª Goiânia Mostra Curtas em novembro, totalmente online e com filmes convidados, sem mostras competitivas. O festival precisou passar por mudanças e ganhou versão mais enxuta e reduzida, mas não menos especial. Tudo com a certeza de que futuramente ele voltará à sua tradicional data em outubro.

Este ano, o festival segue pautado na diversidade e representatividade, tanto nos convidados, como nos materiais que serão exibidos ao público. Nessa vertente da pluralidade, grande parte das convidadas são mulheres e negras, que trazem na bagagem a importância desse empoderamento e presença feminina e da diversidade de gêneros em qualquer espaço. E por aqui, fazemos questão de trazer esta diversidade para o meio audiovisual.

A homenageada desta edição é a diretora, atriz e dramaturga Grace Passô. Uma profissional completa que escreve, dirige, atua e nessa multitarefa, vem colecionando premiações e construindo uma trajetória de encher os olhos no audiovisual.

As mostras trazem para as telas digitais toda a diversidade também do nosso Brasil, com obras que elucidam questões sobre a resistência, o momento pandêmico que ainda estamos passando e que tem gerado consequências, como a crise política, social e econômica.

Nesse sentido, o público confere uma seleção dos Filmes Premiados da Curta Mostra Brasil e da Curta Mostra Goiás durante os 20 anos de Goiânia Mostra Curtas; a 19ª Mostrinha – Filmes Premiados pelo Júri Popular Infantil; Curta Mostra Brasil – Os Caminhos do Brasil, com filmes contemporâneos de 2020 e 2021; e Curta Mostra Especial, com o tema “Nós somos a guerra”. Além de um Pocket Show durante a abertura e uma homenagem In Memoriam para uma amiga querida durante o encerramento: Adriana Rodrigues, cineasta que fez parte de nossa luta.

A programação mantém ainda o caráter formativo, com atividades que contribuem para o desenvolvimento do setor, dos profissionais, favorecendo a troca de experiências com figuras renomadas do cenário audiovisual brasileiro.

A Goiânia Mostra Curtas existe em prol da transformação, capacitação e difusão de projetos audiovisuais, voltados para a comunidade. Somos um grito de vida, sinônimo de estar aqui. Inegáveis em nossa luta. Este ano, mais do que nunca, foi uma mostra de aprendizado e força. O audiovisual tem esta força, e a 20ª Goiânia Mostra Curtas é prova viva disto.

Estes são dias de encontro online, de marcar presença e retratar a história. Mesmo 20 anos depois, ainda temos muito a crescer. Vivemos um período de inovação, com mentes fervendo de ideias para retratar o cotidiano, trazer um novo olhar sobre a realidade e mostrar que a arte está em todo lugar. É preciso persistir, insistir e resistir.

Maria Abdalla – Diretora Geral

icumam cultural e instituto

producao@icumam.com.br
www.icumam.com.br
Fone: 62 3218 3779.

Viela da rua 124, nº166 Qd.F-23, Lt.30
Setor Sul - Goiânia-GO
Caixa Postal nº 337
74.001-070