20ª Mostrinha


20ª MOSTRINHA

Diversão e educação, com uma programação especial de curtas-metragens voltados ao público infanto-juvenil. Mostra não competitiva.

GABRIELA ROMEU – CURADORA

Como nossos avós

Em tempos urgentes em falar de ancestralidade, rastreando nossas origens, quem somos e de onde viemos, esta seleção reúne curtas de cinco Estados brasileiros protagonizados por crianças e atravessados pela poesia e pelo humor, pela ausência e pela memória, pela melancolia e pela afirmação da identidade.

O tema da morte mais do que nunca ronda a produção contemporânea voltada às infâncias. E já se anuncia em Ibeji Ibeji (dir. Victor Todrigues; RJ), em que dois irmãos gêmeos entendem que a vó está de partida, apesar dos sussurros da mãe e dos tios. Saberes e ritos de matriz africana embalam e acalentam a história e a despedida – e também o espectador.

Na etnoficção Acontecido é, acredita quem quiser (dir. Igor Eduardo da Silva Santos e Júlia Eduarda de Paula Santos; MG), as crianças do Quilombo Mato do Tição, zona rural mineira, brincam de fazer cinema e contar as histórias dos seus ancestrais, em meio aos afazeres cotidianos da comunidade, à força da oralidade e aos cantos de trabalho.

Já a protagonista de Rua Dinorá (dir. Natália Maia e Samuel Brasileiro; CE) segue em busca das origens do lugar onde mora, num diálogo de igual com as mulheres próximas, mãe e vizinhas do bairro. No caminho, vai descobrindo a importância da memória e seus registros para a construção coletiva das histórias de toda uma comunidade.

Em Nem todas as manhãs são iguais (dir. Fabi Melo; PB), a narrativa adentra novamente os recintos da perda e da memória, num delicado inventário poético. Com a morte da avó e a imensa tristeza do pai, é a menina Ana quem nos ensina a ver o mundo (e sua aridez) por outras lentes, bem singulares. Lentes que nos contam que a verdadeira morte é o esquecimento.

Amplificando a diversidade de infâncias e as questões intergeracionais, a ficção Todos os inscritos de Ness (dir. Bruna Steudel; PR) enlaça a sessão com a sagacidade e o humor próprios da infância. Se não trata diretamente da ancestralidade, o filme traz os dilemas das crianças de hoje e sua relação com as telas, um debate que pode nas entrelinhas ser feito à luz de tempos pandêmicos.

Boa sessão!

Filmes

Programa 1 – Ancestralidade

Ibeji Ibeji (RJ) – 2021 – 20min – Fic – Direção: Victor Rodrigues. Livre
Sinopse:
A descoberta da existência da morte provoca os gêmeos Omar e Taú de que a infância não é mais como antes. Uma iminente partida da avó dentro de casa revela aos Ibeji a herança desta consciência como sentido ancestral da vida. 

Acontecido É , Acredita Quem Quiser (MG) – 2022 – 13 min-, Doc-Fic – Direção: Igor Eduardo da Silva Santos e Júlia Eduarda de Paula Santos. Livre
Sinopse
Curta-metragem produzido pelos moradores do Quilombo do Mato do Tição, da área rural de Jaboticatubas, no interior de Minas Gerais. Ao longo de seus quase 13 minutos, anciãos da comunidade relatam estórias sobre duas figuras marcantes dentro do Quilombo, Benjamim José de Siqueira e Josefa Basílio dos Santos. Esses relatos são comentados e reencenados pelas crianças. Em meio às tradições, memórias, e religiosidades, acontecido é, e acredita quem quiser.

Rua Dinorá (CE) -2022 – 17 min – Fic – Direção: Natália Maia e Samuel Brasileiro. Livre
Sinopse:
Dinorá é uma menina de 10 anos que mora na Rua 749, no bairro Conjunto Ceará, na cidade de Fortaleza. Faixa branca no karatê, seu grande sonho é vencer o campeonato interestadual. Para que as atletas possam viajar, elas precisam angariar fundos para o time, por meio da venda de rifas para familiares e vizinhos. Ao descobrir que suas colegas moram em ruas com o nome de personalidades históricas, Dinorá empreende, em sua jornada para a venda das rifas, uma investigação sobre o nome de sua própria rua e acaba descobrindo a força coletiva na construção dos espaços habitados

Nem Todas As Manhãs São Iguais. (PB) – 2022 – Fic – 18 min – Direção: Fabi Melo
Sinopse
Ana e o seu pai Luís retornam à casa da vovó. As lembranças, a dor e a saudade são vivenciadas e questionadas pela garota a partir da sua percepção sobre a vida e a morte.

Todos os inscritos de Ness (PR) – 2021 – Fic -18min – Direção: Bruna Steudel
Sinopse
Ness (10) é feliz ao produzir para seu canal na internet de apenas 4 inscritos. Porém, tudo começa a mudar quando sua melhor amiga, em pouco tempo, passa a ter mais seguidores. Ness se vê insuficiente e parte numa busca por aceitação.

 

Os filmes serão exibidos pela plataforma InnSaei.TV

icumam cultural e instituto

producao@icumam.com.br
www.icumam.com.br
Fone: 62 3218 3779.

Viela da rua 124, nº166 Qd.F-23, Lt.30
Setor Sul - Goiânia-GO
Caixa Postal nº 337
74.001-070