A Onça (DF)


Sinopse

Temporada de seca nos arredores do Distrito Federal. Vivendo pacatamente com a esposa no campo, uma agricultora passa a cuidar do neto pequeno após a morte de sua filha. Assombrada pelo luto, pelo retorno súbito de sua lactação e pela sensação de que há uma onça-pintada nas redondezas, ela tenta domar a rebeldia do menino, que não consegue se adaptar à vida no Cerrado hostilizado pelo desmatamento.

 

Emanuel Lavor – diretor e roteirista

Destaque na Iniciação Científica e Tecnológica, representando as Ciências Humanas da Universidade de Brasília. Foi do teatro ao cinema com O PEQUENO CHUPA-DEDO, espetáculo teatral vencedor do prêmio ‘Furando a Bolha’ no ¼ de Cena (festival de esquetes teatrais realizado no Sesc/DF em 2017) que virou curta-metragem em 2019. Com o filme, participou de diversos festivais, dentre as quais se destaca o Cine Curta Taquary (2020) – Mostra Curtas Fantásticos, onde o filme ganhou os prêmios de Melhor Filme do Público e Melhor Atriz e Emanuel ganhou o prêmio de melhor roteiro. Ganhou também os prêmios de Melhor Filme, Melhor Direção, Melhor Atriz e Melhor Fotografia no BIMIFF (12/2020). Em 2021, foi um dos seis brasileiros selecionados para fazer parte da nova geração da “Maestria en Guion” – com foco em roteiro cinematográfico e escrita criativa – da EICTV (Escola Internacional de Cinema e Televisão, Cuba). Lá, desenvolveu o projeto de seu primeiro longa-metragem, A ONÇA, que contou com a mentoria da atriz e roteirista Karine Teles. Atualmente pré-produz os curtas A MÚSICA SECULAR (que dirige e roteiriza) e AS MIÇANGAS (que roteiriza, co-dirigido com Rafaela Camelo), ambos financiados pelo Fundo de Apoio à Cultura do Distrito Federal (FAC/DF). AS MIÇANGAS foi o vencedor do edital nacional CARDUME CURTAS (2022), dentre 400 inscritos, e foi selecionado para o PANLAB (2021), onde recebeu consultorias de Maíra Oliveira, Iana Cossoy e Felipe Sholl. É semifinalista do ROTA 2022 nas categorias de Melhor Roteiro (por AS MIÇANGAS) e Melhor Diálogo (com o roteiro do curtametragem IARA). Com o projeto PLUTÃO, foi selecionado para compor o Grupo de Desenvolvimento de Longas do PROJETO MARIETA (SP, 2022), coordenado por Marília Nogueira Silveira. Com o argumento do longa-metragem A ONÇA foi um dos selecionados para a edição de 2022 do Laboratório de Roteiros do Goiânia Mostra Curtas.

 

Bruno Torres – produtor

Bruno Torres é produtor, ator e cineasta. Seus curtas metragens O ÚLTIMO RAIO DE SOL, PEQUENA PAISAGEM DO MEU JARDIM, ENCONTRO DAS ÁGUAS, O TEMPO DO PLANO e A NOITE POR TESTEMUNHA, conquistaram juntos mais de 100 prêmios, participando de festivais nacionais e internacionais – a exemplo de Huesca International Film Fest, Festival del Nuevo Cine Americano de Havana, International Film Festival of Valencia Cinema Jove, Festival internacional de curtas metragens de São Paulo, etc. No início de sua carreira como produtor e diretor, conquistou o prêmio SIGNIS OCIC, com curta O ÚLTIMO RAIO DE SOL, que também foi indicado a “melhor curtametragem” no Grande Prêmio do Cinema Brasileiro. Produziu o curta MEU AMIGO NIETZSCHE, premiado com quase 50 prêmios no Brasil e no exterior, com destaque ao prêmio de melhor curta-metragem (júri popular), e o prêmio especial “Fernand Raynaud” (Festival International Du Court Métrage à Clermont Ferrand). Sócio da Academia Brasileira de Cinema, em 2016 fez parte da comissão de seleção do representante brasileiro ao Goya. Em 2016, participou do PLOT SCRIPT LAB (Portugal) com dois projetos de longa-metragem como produtor: A MESA, de Marcio Salem, e SOBRE O ÓCIO, de Roberto Burd. Além de sua relação com o cinema, dedica-se a trabalhos ambientais. Seu segundo longa-metragem TERRA DE CEGOS, conta com o Instituto de Desenvolvimento Sustentável Mamirauá como apoiador. Junto ao IBAMA, farão uma ação de um replantio de 500.000 de árvores nativas em áreas desmatadas e ocupadas ilegalmente na Amazônia. O filme será o primeiro longa de ficção da América do Sul a reconhecer um departamento de gestão ambiental em sua equipe. Em 2020, Bruno Torres se tornou o primeiro produtor brasileiro a compensar o carbono de todas as suas atividades profissionais e pessoais, através das empresas Ecooar, Sustainable Carbon e Iniciativa Verde.

icumam cultural e instituto

producao@icumam.com.br
www.icumam.com.br
Fone: 62 3218 3779.

Viela da rua 124, nº166 Qd.F-23, Lt.30
Setor Sul - Goiânia-GO
Caixa Postal nº 337
74.001-070